Vote Consciente

0
67

Nessa última semana, os profissionais da política, representantes de elites partidárias, começaram a divulgar uma grande falácia: o voto útil. O objetivo é convencer você a alterar o seu voto na véspera da eleição em favor do segundo colocado. Para, supostamente, evitar a vitória de quem lidera já no primeiro turno.
Não caia nessa falácia. Ela é enganosa! Na realidade, em eleições com dois turnos, no primeiro você pode e deve optar pelo candidato que você acredita ter o melhor projeto. O candidato do seu coração, da sua razão. Porque para ter segundo turno é necessário que o líder não alcance 50% mais um voto dos votos válidos. Não há ligação nenhuma entre você votar no segundo colocado e ter segundo turno. Você pode tranquilamente votar no seu candidato que estará contribuindo para ter segundo turno.
O que você não deve fazer é votar branco ou nulo. Pois, aí sim você estará contribuindo para facilitar a vitória do candidato que está na frente. Na medida em que brancos e nulos são excluídos da conta de votos válidos.
Outra falácia a ser combatida é a do candidato que “Rouba, mas faz”. Na verdade, ele faz para roubar. Visto que no setor público nosso dinheiro só pode ser gasto com a existência de contratos de compra de serviços ou execução de obras. Tem político que prefere comprar serviços que não dão visibilidade, mas também dá menos trabalho.
Enquanto outros preferem fazer obras que dão visibilidade, posição privilegiada na próxima eleição e oportunidades para roubar. Essa é a fórmula. Portanto, não caia em falácias politiqueiras que visam mudar seu voto nas vésperas da eleição em prol de um candidato. Muito menos no discurso daquele que “Rouba, mas faz”. Vá para a urna com tranqüilidade. Vote consciente. Vote com responsabilidade. O que significa escolher o candidato que você considere que tem o melhor projeto para você e para o nosso país.

Marcelo Fernandes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite aqui seu nome